Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Agridoce

Um mundo à tua medida!

Agridoce

Um mundo à tua medida!

31/03/16

Uma paixão chamada livros#7

              Livro que não conseguiste acabar

 

Quando li esta pergunta tive de puxar muito pela cabeça não porque seja uma leitora que lê tudo de todos os tipos mas porque eu só leio livros que sei que gosto como já expliquei.

Mas, rapidamente me lembrei de um livro que adoro mas que não acabei. Eu sei que é estranho mas eu gosto da história e acho - a brilhante mas nunca consegui acabar este livro. "As Intermitências da Morte" de José Saramago.

Não sei se foi preguiça por ter de fazer uma pontuação ou outra coisa qualquer.

Adoro José Saramago e já me prometi a mim própria que vou ler.

 

Beijinhos

Mia 

29/03/16

Uma paixão chamada livros#4

Livro que te desiludiu

 

Bem, este foi o mais fácil de pensar. Gosto muito (MUUUUUIIITOOOOOO) do Nicholas Sparks já li muitos livros dele e por isso quando a minha irmã me aconselhou "Três semanas com o meu irmão" fiquei interessada e decidi ler.

Não sei porquê mas o livro desiludiu - me. Obrigo - me sempre a ler o livro até meio para ver se gosto este não que fosse mau mas não era ou não parecia o Nicholas Sparks a escrever.

Eu adorei as memórias da sua infância mas a viagem em si, a meu ver, não teve nada de interessante.

 Beijinhos

Mia

28/03/16

Uma paixão chamada livros#3

Livro que leste mais vezes

Não conto as vezes que leio um livro, leio pelo simples prazer de ler e porque me apetece. Creio (não tenho a certeza) foi um livro chamado "Sapatos de Ballet" li - o pela primeira vez quando tinha 8 anos e desde essa altura tenho - o lido várias vezes.

Não sei porquê mas necessito de o ler.

Este livro fala sobre um homem (cujo qual eu não recordo o nome) que caçava fósseis e deixa de coleccionar fosseis e em vez disso começa a adoptar meninas para a sobrinha, Sílvia (ou Garnie como as pequenas lhe viriam a chamar).

Da primeira vez foi Pauline, da segunda Petrova e da terceira quando tinha prometido não trazer mais nenhum bebé trouxe Posi.

Este livro relata a história das três irmãs desde as suas dificuldades financeiras (pois o seu tio - avô como chamavam ao senhor que as tinha adoptado tinha desaparecido) até ás suas maiores vitórias e felicidades.

Não sei se li este livro ela sua história ou pelas suas personagens mas sei que de cada vez que o leio sorrio porque é um livro universal, para todas as idades e que transmite uma grande mensagem de amor.

 

 Beijinhos

Mia

28/03/16

Terrorismo entre outras coisas

Antes de começar queria apenas advertir a pessoas que não conseguem aceitar opiniões diferentes das suas a não ler este post pois fala exclusivamente sobre a minha opinião sobre o mundo.

 

Á um ano todos nós éramos Charlie, todos nós estávamos virados para Charlie, todos nós tínhamos pena de Charlie que tinha morrido por ter dado a sua opinião e por ter brincado com uma religião.

Todos nós (ou quase todos) dissemos que éramos Charlie, quase todos olhou para os telejornais quando falavam algo sobre Charlie e uma ponta de repugnância cresceu.

Mas com o passar do tempo fomo - nos esquecendo de que éramos Charlie, e, por fim deixamos totalmente de o ser porque Charlie era uma pessoa morta e não se recorda pessoas mortas todos os dias.

Voltamos ás nossas vidas até que depois de pequeníssimos atentados por algumas partes do mundo (que tiraram vidas a algumas pessoas, e mesmo sendo poucas devemos recordar) veio numa sexta - feira 13 um novo atentado. Em Paris, que tirou vidas a uma centena de pessoas.

Nessa altura, decidimos nós rezar por Paris, todos nós (ou quase todos) fomos Paris, rezamos por Paris, fizemos um momento de silêncio por Paris mas ironicamente mais uma vez ser Paris foi muito difícil, rezar por ele também e lembrar as pessoas que morreram também.

E, deixamos de ser Paris. Afinal carregar a Torre Eiffel na cabeça não é para qualquer um,

Agora em Março, bem próximo da Páscoa houve uma tentado, na Bélgica que matou 32 pessoas e fez inúmeros feridos. Hoje ainda somos todos a Bélgica, ainda rezamos pela Bélgica ainda vemos notícias repetidas sobre a Bélgica e sobre os terroristas que decidiram em nome de Alá tirar a vida a pessoas inocentes.

Mas até quando rezaremos pela Bélgica? Até quando lembraremos as suas vitimas?

Deixaremos de rezar assim que as notícias parem de falar disso, porque não nos lembramos, dá demasiado trabalho a lembrar.

E quando se suceder novo ataque vamos rezar, mas vamos esquecer.

Esqueceré mais fácil.

Não podemos fazer grande coisa para ajudar, mas podemos lembrar aqueles que morreram, pudemos rezar por eles e podemos mostrar a essas pessoas que elas usam armas e a nossa arma é o amor (vi esta frase num filme que vi ontem e achei que se adequa perfeitamente). Podemos não esquecer, lembrar.

Podemos mostrar a essas pessoas que não valem nada e podemos mostrar - lhes a luz.

Temos medo, eu tenho medo mas essas pessoas não vão parar até que alguém lhes responda com amor á violência. Essas pessoas precisam de alguém que lhes ponha a mão no ombro.

Muitos de vós pensam que essas pessoas são horríveis pois eu digo - vos que elas se sentem perdidas, sem saída e por isso matam para se sentirem melhor.

Nunca em toda a história se ganhou guerras com amor foi por isso que elas demoraram tanto tempo e fizeram tantas mortes, vamos começar a nossa própria história e vamos mostrar a essas pessoas que não esquecemos, que amamos e que vamos continuar a amarmo - nos uns aos outros mesmo que eles façam ruir o chão.

Quem está comigo?

28/03/16

...

Peço desculpa por não ter estado por aqui nestes dias mas foi de férias.

Foi para Mesão frio, dei um pulinho á Régua e a Lamego e voltei.

Para vos falar desta aventura com ajuda da M. uma das minhas grandes amigas que foi comigo de viagem.

Podem esperar muitos risos desta fantástica aventura.

(sei que este post é mesmo pequenino mas não queria que pensassem que vos tinha abandonado).

Beijinhos

Mia

 

24/03/16

Uma paixão chamada livros#2

Livro que detestaste

 

Não posso dizer que detestei um livro, eu gosto de todos os livros que compro. É por isso que os compro.

Não sei porquê tenho um talento qualquer para escolher livros que eu e as minhas amigas vão gostar, e, por isso gosto sempre dos livros que leio.

O que posso considerar como mais fraquinho, mas que gostei mesmo assim foi me oferecido por um grande amigo do meu avó.

Chama - se "A Máquina do Tempo" de H.G Wells.

É muito antigo, cheira antigo e gosto genuinamente dele, mas achei - o um pouco confuso facto pelo qual não o li mais do que uma vez.

Fala sobre uma teoria de voltar atrás no tempo que de verdade resulta. Como disse é muito confuso e li - o com 11 anos o que não ajudou muito á situação.

 

 Beijinhos

Mia

23/03/16

Uma paixão chamada livros#1

Top 5 livros lidos

 

Tenho uma lista deste tópico na barra lateral do blog mas não sei porquê essa lista encontra - se muito desactualizada. Não me perguntem se amanhã responderia da mesma maneira porque na verdade não sei, os meus livros são os meus livros, são como filhos e gosto deles da mesma maneira.

Mas vou tentar dar o meu melhor, aqui vai:

 

 

  1. A Contadora de histórias

 

 Gosto muito da Jodi Picoult, tanto que acho que os melhores livros que já li foram todos dela. Este foi o mais recente. Foi comprado logo no dia a seguir ao meu aniversário porque precisava de fazer uma troca. Este livro, para mim, é dos mais brilhantes da história. É como se dentro dele se desenrolassem três histórias paralelas que encontram ligação lá pelo meio, fala - nos sobre uma padeira, a sua avó e a 2º guerra mundial. Á primeira vista parece simples mas é um dos livros mais complexos e mais cativantes que já li até hoje.

 

2. Tempo de Partir

 Este já não sei ao certo quando e como recebi mas é também da mesma autora. Acho que o que me prendeu foi o facto da protagonista ser uma mulher muito forte, com uma força do tamanho do mundo e que nos faz olhar um bocadinho para o lado mais claro da vida.

Fala - nos também da sua paixão por elefantes e embora possa parecer banal é essa paixão que dá todo o encanto a esta história.

 

2.Para a minha irmã

 

Esta vai ser a ultima vez que vão ouvir falar da Jodi Picoult por isso aproveitem bem ☺

Este livro fala - nos a cerca de 2 irmãs, uma delas com cancro. O que mais gostei neste livro foi a forma como pouco a pouco todas as pistas nos foram dadas de forma muito subtil e não consegui perceber o que realmente o que estava a acontecer.

Mostra a ligação das irmãs e como o amor une tudo.

 

4. 5 dias de Vida

Este livro foi um daqueles que me surpreendeu imenso, não só por mostrar realidades diferentes mas sim porque me transportou completamente para outro mundo. Não gostei dele por ter uma história inspiradora nem nada do género. Sem querer parecer demasiado estranho gostei dele só por gostar pronto. Prendeu - me não posso arranjar palavras para descrever o indescritível.

 

5. Cidades de Papel

Este livro foi daqueles de ler numa noite, gostei dele desde a capa,  titulo, as palavras e deu - me tantas lições de vida que nem podem imaginar. Neste livro temos de ler entre linhas as palavras não ditas e fez me perceber que não podemos controlar a vida e as coisas.

 

 

E pronto aqui está.

Beijinhos

Mia

 

 

 

 

 

 

 

23/03/16

Uma paixão chamada livros

Vou começar tarde quando quase todos os blogs da blogosfera estão a acabar o desafio mas costuma - se dizer que nunca é tarde demais por isso aqui vou eu.

Todos os dias por volta da mesma hora (não me perguntem a que horas que também ainda não sei) vou responder a este desafio.

Quem quiser está á vontade para começar.

Aqui fica a lista de coisas a que temos de responder:

 

1. Top 5 dos livros lidos

2. Livro detestado

3. Livro que leste mais vezes

4. Livro que te desiludiu

5. Livro mais longo que já leste

6. Livro mais curto que já leste

7. Livro que não conseguiste acabar

8. Livro comovente

9. Livro hilariante

10. Livro perturbante

11. Livro inspirador

12. Livro para o qual escreverias uma sequela

13. Livro em cujo universo habitarias

14. Livro clássico favorito

15. Livro que custou a ler

16. Livro que marcou a infância

17. Livro mais caro da tua estante

18. Livro do qual nunca te irás separar

19. Colecção (saga) favorita

20. Sequela que nunca devia ter sido impressa

21. Melhor citação (diálogo)

22. Melhor citação (descrição)

23. Considerando que o primeiro livro da tua estante é a letra A, o segundo a letra B e por ai adiante, tira o livro correspondente à primeira letra do teu nome. Depois abre na página correspondente à soma do mês e dia em que nasceste. Qual é o quarto parágrafo?

24. Top 5 dos escritores favoritos

25. Top 5 das escritoras favoritas

26. Género literário favorito

27. Personagem literária favorita

28. Personagem literária que gostarias de conhecer

29. Personagem literária que adoras odiar

30. Personagem literária que nunca devia ter sido criada

31. Personagem literária secundária que merecia um livro só dela

32. Personagem literária para a qual escreverias um livro

33. Personagem literária que não quererias encontrar num beco

34. A importância da capa do livro

35. Pior hábito enquanto leitor

36. Frases típicas que escutas enquanto leitor

37. Melhor local para ler

38. Livros em papel ou formato digital

39. Último livro lido

40. Próximo livro a ler

41. Balanço do desafio

 

 Beijinhos

Mia

Pág. 1/3

Mais sobre mim

imagem de perfil

Conta - me a tua história

Este blog tem algo de especial. Nesta casinha fazem - se entrevistas a bloggers e por isso se queres ser o próximo entrevistado basta enviares um email para agridoceblog@sapo.pt com o teu nome ou pseudónimo e link do teu blog. Beijinhos Mia

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.